Rio de Janeiro: Conheça a cidade e sua mobilidade | Blog da Quicko

O Rio de Janeiro continua lindo

Cidade mais visitada no Brasil, o Rio de Janeiro, que já foi capital do país, conta com enorme variedade de atrações turísticas, incluindo passeios históricos e culturais, para muito além das praias.  

A cidade tem uma população de cerca de 6,3 milhões de pessoas e é dividida em quatro regiões: Centro, Zona Norte, Zona Sul e Zona Oeste. O Rio não tem Zona Leste, já que na porção oriental a partir do marco zero encontram-se a Baía de Guanabara e, mais ao norte, a Ilha do Governador.  

Mais de 80% da população está concentrada nas regiões Norte e Oeste, ocasionando um intenso deslocamento diário dessas regiões para o Centro e a Zona Sul, com as mundialmente famosas praias de Copacabana, Ipanema e Leblon, para citar as mais badaladas. Seja para trabalhar ou para se divertir, o carioca e quem visita a cidade tem diversas opções de modais para se deslocar pela cidade que tem, de fato, uma mobilidade diferenciada por questões geográficas. 

Um dos destaques da mobilidade no Rio é o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), que conecta a rodoviária ao aeroporto doméstico (Santos Dumont). Ele também é uma maneira de chegar até o Boulevard Olímpico (Orla Conde), com o complemento do trajeto podendo ser feito por bicicleta (há um vagão que aceita a entrada com bikes).  

O VLT opera com energia elétrica, com sistema de alimentação pelo solo, dispensando combustíveis fósseis e preservando a paisagem urbana. É um veículo que anda de maneira mais lenta, se comparado a um transporte sobre trilhos convencional, justamente porque é um passeio contemplativo, num equipamento com grandes janelas, para que o usuário aprecie a vista. E sabemos que a vista no Rio de Janeiro, pela sua história e sua natureza, é sempre incrível! A linha do VLT conecta o centro histórico com regiões como a Gamboa e o Porto, e o centro financeiro, já que cruza a Avenida Rio Branco e chega até a Avenida Beira-Mar, que ostenta prédios comerciais.  

O ônibus continua sendo o principal meio de transporte na cidade, muito embora nos últimos anos algumas linhas tenham sido retiradas de circulação, com o intuito de diminuir o trânsito em dias úteis, estimulando os passageiros a usarem outros modais, como o Metrô. 

O Metrô do Rio foi criado em 1979 e foi concedido à iniciativa privada em 1998. Ele conta com 41 estações, que atendem as zonas Sul e Oeste, além do Centro. São três linhas, identificadas por cores diferentes.  

A Linha 1 (Uruguai ↔ General Osório), é de cor laranja; a Linha 2 (Pavuna ↔ Botafogo), recebeu a cor verde e, por fim, a Linha 4 (Barra da Tijuca ↔ Ipanema), foi designada como linha amarela. A linha 3 – Azul ainda não está em operação.  

A estação Jardim Oceânico, da linha 4 – Amarela  do Metrô, que fica no começo da Barra da Tijuca e, portanto na zona Zona Oeste, faz a interligação com o BRT, sigla para Bus Rapid Transit, que seria Transporte Rápido por Ônibus.  É o BRT que atende a toda a numerosa população da Zona Oeste.  

A região metropolitana do Rio de Janeiro também conta com um serviço de trem, com 104 estações, transportando uma média de 750 mil passageiros por dia, entre os 12 municípios que atende.  

No Rio, os patinetes também estão bem presentes na Zona Sul e no Centro, e são bastante utilizados na região do Porto, que é plana e reúne uma série de atrações turísticas. E ainda há a possibilidade de aluguel de bicicletas convencionais e elétricas, para trajetos nessa região e por toda a enorme orla fluminense.  

Um caso à parte em termos de mobilidade na cidade são os bondes de Santa Teresa. Amarelinhos, eles são símbolo do bairro e operam desde 1.896. Isso mesmo, desde o fim do século XIX, interligando o charmoso bairro com o centro da cidade.  

Com o aplicativo da Quicko você pode conferir as melhores formas de se deslocar pela cidade. Somos uma Startup de Mobilidade Urbana que nasceu para facilitar a rotina das pessoas, deixando seus trajetos mais convenientes, utilizando inteligência e tecnologia.  

O Quicko app oferece diversas opções de rotas para o usuário integrar, de forma fácil e simples, diferentes meios de transporte, como táxis, carros de aplicativo, bicicletas, ônibus, trens, Metrô etc. Com ele você consegue saber qual a forma mais rápida ou mais barata para chegar ao seu destino, a hora em que seu ônibus vai passar no ponto e até se houve algum problema no meio do caminho.


Para ter acesso à localização dos postos no mapa e conferir as melhores rotas para tomar a vacina, baixe o aplicativo da Quicko!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *