CPTM volta a oferecer o Bilhete de Desempregado aos seus usuários

A CPTM retomou na quinta-feira, 3, a emissão do Bilhete do Desempregado cujo serviço estava paralisado desde o fim de março, data que começou a quarentena no estado de São Paulo. A facilidade é fornecida para quem tenha registrado em sua carteira profissional, emitida pelo Ministério do Trabalho, a baixa no último emprego há mais de 30 dias e menos de 180 dias.

Para segurança dos passageiros, a estatal adotou algumas mudanças de como requisitá-lo.

Primeiramente o requisitante deve enviar um e-mail a desempregado@cptm.sp.gov.br com as informações abaixo. O solicitante pode enviar uma foto dos documentos ou tirar print screen do aparelho, caso a carteira de identidade e de trabalho sejam digitais.

  1. RG
  2. CPF
  3. Rescisão do contrato de trabalho
  4. Página da carteira de trabalho (três páginas):
  5. Com a foto;
  6. Com os dados pessoais; e,
  7. Com o registro do último emprego.

Um e-mail automático da CPTM será enviado acusando o recebimento e informando um prazo de 3 dias úteis para a resposta. Caso aprovado, o passageiro deve retirar seu bilhete na estação Barra Funda, das linhas 7 – rubi e 8 – diamante, da CPTM, e 3 – vermelha, do Metrô. No e-mail constará uma data e hora para a retirada para evitar aglomerações.

Caso a resposta seja negativa, um e-mail também será enviado informando o que é necessário para que a situação seja regularizada e o bilhete possa ser aprovado. A Credencial para o Trabalhador Desempregado tem validade de 90 dias.

Fonte: Metrô CPTM