O que são dados abertos do transporte público e por que eles importam3 minutos de leitura

Como a política de dados abertos do transporte público pode revolucionar o corre

Dados abertos do transporte público. O que são eles?

Segundo a Open Knowledge International – organização internacional sem fins lucrativos que promove o compartilhamento de informações e a criação de conhecimento livre –, dados abertos são informações de organizações públicas ou privadas, disponíveis para serem acessadas ou reutilizadas por qualquer pessoa, para qualquer fim. E usá-los já faz parte da nossa vida, seja pra ver quando o ônibus está chegando ou procurar a avaliação de uma marca na internet, por exemplo.

A ideia de abrir os dados públicos incentiva a disponibilização de informações para que terceiros possam trabalhar e disponibilizar para as pessoas de forma mais simplificada, dinâmica, intuitiva e acessível. Ter os dados abertos promove o aumento da eficiência do governo e dos serviços públicos como, no caso da Quicko, mostrar para você onde está o próximo ônibus ou metrô, qual vagão está mais vazio, e quais são as melhores rotas para chegar mais rápido e com mais conforto ao seu destino.

 

Os dados abertos e o transporte público – GTFS

General Transit Feed System (o GTFS) são os dados sobre o transporte coletivo. Dados de GTFS possibilitam que plataformas como nosso app e outros, como o Google Maps, possam mostrar rotas e oferecer planejamento e detalhamento de viagens. 

O Manual dos Dados Abertos afirma que essa prática contribui para o avanço de importantes questões como o empoderamento dos cidadãos, a melhoria na eficiência e efetividade dos serviços governamentais, a medição do impacto de políticas públicas e a criação de novos conhecimentos, a partir da combinação de fontes de dados e informações.

 

E como está a situação dos dados abertos no Brasil?

No Brasil, o cenário do GTFS ainda está bem atrasado. O acesso ainda é complexo, muitas vezes apenas na posse das operadoras de ônibus. No entanto, existe um projeto de lei, a Lei de Dados Abertos PL 7804/14, que determina a publicação dos dados não sigilosos dos poderes legislativo, executivo e judiciário. 

A nova lei prevê a criação de sites específicos para garantir o acesso público aos dados brutos destes serviços, e não apenas os dados interpretados, que atualmente já são publicados nos portais de transparência. Com o acesso a esses dados não processados, a Quicko e toda iniciativa que se propõe a contribuir com as pessoas poderão aumentar seus serviços, fornecendo soluções muito mais completas para usuários do transporte coletivo, conectando-os com a cidade que os cerca e impulsionando o corre.

Além disso, com o acesso a esses dados é possível impactar positivamente a vida do usuário, que terá mais qualidade de vida com a redução de tempo no transporte público, assim como contribuirá com a prevenção de situações de violência, que se expõe diariamente esperando por transporte nos grandes centros urbanos.

 

Curtiu? Compartilhe esse post com seus amigos e conte pra gente o que você achou aqui nos comentários!


Para ter acesso a ferramentas que facilitam sua rotina e te ajudam a encontrar as melhores rotas no seu caminho, baixe o aplicativo da Quicko!


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.